Curso básico sobre meliponicultura 2019

Nos dias 16 e 17 de novembro de 2019 a AME-Minas promoverá um curso básico sobre meliponicultura na UFMG em parceria com a Hippocampus.

O curso será dividido em dois módulos, um dia com aulas teóricas e um dia com aulas práticas.

As aulas teóricas ocorrerão no dia 16 das 08 as 17 horas e serão abordados os seguintes tópicos:

  • Capítulo 1 –  As abelhas sem ferrão;
  • Capítulo 1.2 – Classificação zoológica;
  • Capítulo 2 – O corpo das abelhas;
  • Capítulo 2.1 – Morfologia externa;
  • Capítulo 2.1 – Morfologia interna;
  • Capítulo 3 – Organização social;
  • Capítulo 3.1 – Membros da sociedade;
  • Capítulo 3.2 – Meios de comunicação;
  • Capítulo 4 – Estrutura dos ninhos;
  • Capítulo 4.1 – Materiais de construção;
  • Capítulo 4.2 – Elementos de um ninho;
  • Capítulo 5 – Aspectos reprodutivos;
  • Capítulo 5.1 – Padrão de reprodução;
  • Capítulo 5.2 – A genética e os machos diploides;
  • Capítulo 6 – Divisão da colmeia;
  • Capítulo 6.1 – Nascimento de rainhas;
  • Capítulo 6.2 – Enxameação;
  • Capítulo 7 – Distribuição Geográfica;
  • Capítulo 8 – Caixas racionais;
  • Capítulo 9 – Instalação do meliponário;
  • Capítulo 9.1 – Escolha do local;
  • Capítulo 9.2 – Quais espécies criar;
  • Capítulo 9.3 – Flora meliponícola;
  • Capítulo 10 – Manejo e criação;
  • Capítulo 10.1 – Disposição das caixas;
  • Capítulo 10.2 – Atividades de rotina;
  • Capítulo 10.3 – Alimentação artificial;
  • Capítulo 10.4 – Infestação de forídeos;
  • Capítulo 11 – Povoamento e ampliação;
  • Capítulo 11.1 – Captura de enxames;
  • Capítulo 11.2 – Divisão artificial de colônias;
  • Capítulo 12 – Mel: Colheita e Manuseio;
  • Capítulo 12.1 – Características do mel;
  • Capítulo 12.2 – Época da colheita;
  • Capítulo 12.3 – Métodos de colheita;
  • Capítulo 12.4 – Conservação do mel;
  • Capítulo 13 – Insetos polinizadores;
  • Capítulo 14 – Noções sobre legislação;

As aulas práticas ocorrerão no dia 17 das 08 as 17 horas e serão feitas práticas de conceitos e técnicas vistos na aulas teóricas.

As aulas serão ministradas por Eurico Novy, meliponicultor que há mais de 20 anos vem estudando as abelhas sem ferrão e desenvolvendo técnicas para aprimorar sua criação e Letícia Cândida Pataca, bióloga graduada  pela USP Ribeirão preto.

Serão disponibilizadas 30 vagas para o curso e qualquer pessoa interessada pode se inscrever. Como é um curso básico, o único pré requisito é o interesse pela criação das abelhas nativas sem ferrão.

As inscrições estão abertas e podem ser efetuadas no link abaixo:

2e0a8f62-b102-4f8b-a167-0498dadb45f1

Autor: Wagner Vilela

Compartilhar este post